Linguas disponíveis

Fases de Pagamento - Utopia
21886
page-template-default,page,page-id-21886,page-child,parent-pageid-21730,ajax_fade,page_not_loaded,,select-child-theme-ver-1.0.0,select-theme-ver-3.8.1,side_area_uncovered,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive

Fases de Pagamento

Qualquer projecto contem várias fases de pagamento e de trabalho que garantem que as decisões que tomamos e as soluções que desenvolvemos são orientadas correctamente de modo a atingir o objectivo que pretendemos no menor prazo possível, do modo mais competitivo e com a maior qualidade. Durante cada fase é desenvolvido um trabalho específico e logo que elaborado passamos a uma nova fase e é feito um pagamento aos arquitectos e engenheiros em conformidade.

Condições de pagamento aos serviços de projecto

O pagamento dos honorários é efectuado sempre através de fases que são elas próprias uma percentagem do valor global que vai ser pago. Essa percentagem é apurada para cada caso em função das horas de trabalho específicas a desenvolver.

Percentagens a pagar em serviços de projecto

Em geral podemos dizer que para uma obra comum de edificação as fases são as que se seguem para os pagamentos de arquitectura e engenharia:

Adjudicação do Trabalho
Pagamento de 10% do valor dos honorários totais no momento da assinatura do contrato.
Entrega do Estudo Prévio
Pagamento de 20% do valor dos honorários totais no momento da aceitação das soluções previstas.
Entrega do Ante-projecto ou entrega do PIP
Pagamento de 20% do valor dos honorários totais após as reuniões com as entidades externas ou a entrega do PIP se esse for o caso.
Entrega do Projecto Base
Pagamento de 20% do valor dos honorários totais aquando da entrega do licenciamento, comunicação prévia ou licenciamento zero se essa for a opção a tomar.
Entrega do Projecto de Execução
Pagamento de 20% do valor dos honorários totais aquando da entrega do caderno de encargos, mapa de acabamentos, mapa de medições, desenhos gerais e pormenores ou outros.
Entrega do Projecto de Execução
Pagamento de 20% do valor dos honorários totais aquando da entrega do caderno de encargos, mapa de acabamentos, mapa de medições, desenhos gerais e pormenores ou outros.
Prestações da Assinstência técnica à obra
Pagamento de 10% do valor dos honorários totais nalguns casos em prestações mensais conforme o prazo previsto para conclusão da obra.

Tabela de Honorários

As tabelas de honorários foram revogadas em resultdo de várias directivas comunitárias. Como tal, as ordens dos arquitectos e as ordens dos engenheiros não podem exigir que os seus membros pratiquem determinados valores mínimos pelo desempenho das funções respectivas. Como tal, nós não aplicamos as tabelas de honorários, mas tão somente as boas práticas que ficaram presentes na revogada portaria de 701-H /2008 de 29 de Junho de 2008.

Encargos extra do dono de obra

Gostamos de partilhar com os nossos clientes todas as informações que os ajudem a se organizarem financeiramente do modo mais eficiente possível. No fundo, aconselhamos também o dono de obra sobre a melhor programação e planeamento dos projectos para cada caso específico. Contudo alguns aspectos têm sempre de ser analisados pois representam possíveis encargos adicionais que deverão ser tidos em conta:

Levantamento topográfico ou arquitectónico
Poderemos fornecer estes serviços se o cliente o desejar, contudo, se não tiver sido já realizado é sempre um encargo a ter em linha de conta. O levantamento topográfico é obrigatório em todas as Câmaras. O levantamento arquitectónico só é necessário se existirem construções no local e o projecto destas não existir.
Taxas e Licenças
Todas as entregas de elementos na câmara municipal são sujeitas ao pagamento de taxas administrativas. Ainda que se trate de valores simbólicos, etes encargos têm de ser considerados pelo cliente. Muitos pareceres externos são também sujeitos ao pagamento de pequenas taxas de apreciação.
Afixar edital da Câmara
O pedido de licenciamento ou o levantamento de um alvará de construção implica sempre o acto de afixar um edital ou aviso na propriedade objecto da operação. Esta obrigatoriedade legal, embora de baixo custo tem de ser executada. Caso contrário poderá a câmara solicitar o pagamento de coimas, essas sim de valor elevado conforme descrito em regulamento municipal.
Ensaios Geotécnicos
Em alguns terrenos de muito má qualidade para construção ou resultantes de movimentação de terras as soluções convencionais de estrutura podem não ser aplicáveis. Como tal pode nestes casos raros haver lugar a despesas com sondas no terreno para determinar a constituição do solo e permitir uma solução estrutural apropriada.

Suspensão dos serviços

Consideramos sempre que o cliente pode suspender os serviços sempre que assim o entender. Por suspensão entendemos o acto do cliente comunicar por escrito à Utopia o seu desejo de suspender a elaboração dos Projetos, temporária ou definitivamente, em qualquer momento e por qualquer causa, por motivos alheios à Utopia.

Se o cliente mandar suspender por sua exclusiva conveniência a elaboração dos projetos, a Utopia tem apenas o direito aos honorários correspondentes às fases já entregues ou em elaboração e a metade da fase seguinte. Saliente-se que os prazos acima mencionados não incluem paragens provocadas por atrasos nas aprovações Camarárias ou nas Entidades Licenciadoras.

Dúvidas sobre as Fases de Trabalho

Aqui estão algumas questões sobre as fases de trabalho que percorremos no desenvolvimento de um projecto.

OS PROJECTOS SÃO DESENVOLVIDOS SEM EU OS ACOMPANHAR?

Não. Um projecto de arquitectura tem sempre várias fases nas quais o cliente ou dono de obra fica ao corrente de tudo: Programa base, Estudo prévio, Anteprojecto, Projecto base, projecto de Execução e Acompanhamento de obra. Só avançamos para a próxima fase quando concordar com a solução do projecto.

POSSO CONTACTAR OS ARQUITECTOS PARA REUNIRMOS DURANTE O ESTUDO PRÉVIO?

Claro que sim. Fazemos questão em que nos coloque as questões que o preocupam. Nós enquanto arquitectos consideramos este diálogo essencial para o projecto de arquitectura. O papel do arquitecto é no fundo o de acompanhar, ajudar, completar e aconselhar as melhores soluções de projecto.

A ENGENHARIA NO ATELIÊ DE PROJECTO APRESENTA PROJECTO DE EXECUÇÃO?

Sim, se o cliente o desejar. Com o projecto de execução o cliente fica na posse de todos os dados para construir as várias especialidades de engenharia e pode negociar um contracto mais vantajoso com o constructor.

OS ARQUITECTOS VÃO ÀS OBRAS?

Os arquitectos como os engenheiros devem visitar a obra regularmente. Pelo menos é isso que fazemos no nosso gabinete de projectos de arquitectura e engenharia. Parte dos nossos serviços incluisempre o acompanhamento de obra e se o cliente o solicitar, a direcção técnica da obra, a direcção de fiscalização da obra e a utoria do plano de saúde da obra. Sabemos que a arquitectura e a engenharia não são meramente papeis, mas sim construção, e como tal a presença dos nossos arquitectos e engenheiros nas obras é o segredo que permite que as nossas obras tenham até agora sido bem executadas e bem acompanhadas.

QUANTO TEMPO DEMORA UM PROJECTO DE UM ARQUITECTO?

Depende muito do projecto. Aquilo que lhe garantimos é que lhe dizemos quanto demora mal nos explique o que pretende e que o arquitecto cumpre escrupulosamente os prazos acordados.

COMO POSSO TER A CERTEZA DE QUE OS CUSTOS DE CONSTRUIR CASA NÃO DERRAPAM?

Se existir um projecto de execução concebido por um arquitecto pode então celebrar um contrcto com um constructor com base nesse mesmo projecto de execução. Esse contracto permite-lhe ter todas as garantias de que os custos não se alteram uma vez que está tudo determinado no projecto de execução e não existe margem de manobra ao constructor para proceder a alterações. Por esta razão o projecto de execução é fundamental para o arquitecto e para o cliente.

PARA QUE SERVEM AS MAQUETAS DE ARQUITECTURA?

O gabinete de projectos Utopia desenvolve sempre maquetas de arquitectura. As maquetes de arquitectura têm duas finalidades, ambas mais importantes na fase de estudo prévio. Por um lado servem para que o cliente perceba o espaço com mais facilidade do que através de uma planta, corte ou imagem 3d. Por outro lado, permitem ao arquitecto um maior controlo das formas e proporçoes da casa ou edifício.