Linguas disponíveis

  • Lar de Idosos
  • Investimento em Lar de Idosos
  • Funcionamento do Lar de Idosos
  • Arquitectura do Lar de Idosos
  • Projeto de Lar de Idosos
  • Lar de idosos em Santa Maria da Feira
  • Planta do Lar de Idosos
  • Fachadas do Lar de idosos
  • Projeto do Arquiteto para Lar de Idosos
  • Desenho do Arquiteto para Lar de Idosos

Lar de Idosos no Porto

O investimento do Lar de Idosos

Os nossos arquitetos foram chamados para desenvolver um projeto de arquitetura e especialidades de um lar de idosos localizado em Santa Maria da Feira mas que receberá utentes de toda a região do Porto e Vila Nova de Gaia. O projeto de licenciamento recentemente aprovado reveste-se de especial complexidade uma vez que o terreno possuía uma geometria variada. Ao mesmo tempo, convém salientar que o contexto da geriatria obriga a enorme competitividade. Nesse sentido, foi necessário desenvolver um lar com um custo de construção reduzido de modo a garantir a sustentabilidade do investimento. Foi previsto o possível apoio de fundos comunitários e as várias valências que reforçam que fazem do projeto único e o destacam da concorrência.

 

A Arquitetura do Lar de Idosos

Relativamente ao exterior do edifício procurou-se criar uma imagem sóbria, tranquila e jovial. Assim a forma do edifício é minimal, possuindo cércea iigual ao edificado existente e uma escala bem relacionada com a envolvente. Os vãos desalinhados das fachadas criam dinamismo e diferenciam cada espaço, evitando-se assim a “repetição” própria de um programa de lar. Os vãos são dominantemente verticais, típicos da construção popular. A entrada destaca-se das restantes aberturas pois é maior, e ocupa o local de destaque urbano na zona de “gaveto”, o que permite melhor conforto no acesso ao edifício. No piso inferior os vãos permitem o acesso direto de todos os espaços comuns interiores ao jardim.
Pretende-se que exista uma relação franca e de grande proximidade com os espaços exteriores, aproveitando a beleza natural de um espaço verde. Assim no interior do lote área de impermeabilização é a mínima possível, permitindo o acesso pedonal e automóvel ao estacionamento e equipamento e libertando o máximo de área possível para jardim.

 

Funcionamento do lar de Idosos

No que diz respeito ao interior do equipamento, o Lar funciona de forma simples, conforme se descreve em seguida.
Circulação Principal

A entrada principal no Lar é portanto feita na fachada Oeste, permitindo aos idosos a entrada de forma confortável e tranquila na receção. Aqui os utentes encontram uma pequena zona de estar | espera e um balcão de atendimento. As circulações verticais estão próximo da receção, entre os dois volumes, sendo compostas por um átrio de manobras espaçoso, uma escada e um elevador para 8 pessoas e macas, acessível a Pessoas de Mobilidade Condicionada. A escada tem dois lanços, é aberta no r/c e acessível a Pessoas de Mobilidade Condicionada, possuindo a largura de 1,2m, patamares inferior, superior e intermédio com 1,2m de profundidade e degraus com 18cm de espelho e 28cm de cobertor. A partir da zona de entrada os utentes podem ir para a ala de espaços comuns a Sudoeste ou para a ala dos quartos a Nordeste. Subindo ao primeiro piso encontram a ala da zona administrativa e de saúde e a 2ª ala de quartos.

Áreas Comuns
As áreas comuns são compostas por uma Sala de Estar, uma Sala de Refeições e a zona de w.c. para Homens, Mulheres e Pessoas de Mobilidade Condicionada. As salas de estar e de refeições podem ser sub-divisíveis através de painéis de que permitem que o espaço ora esteja totalmente liberto, ora seja dividido em áreas menores, para maior recato dos utentes. Estes espaços comuns situam-se à cota do jardim, por forma a tirar o máximo partido deste. Nos w.c.s as cabines de sanita são espaçosas, permitindo o fácil acesso por parte de um idoso, mesmo que acompanhado.
Áreas de Serviço
Junto à Sala de Refeições e com acesso direto a esta, existe a Cozinha e restantes áreas de serviço. Esta zona é dotada de uma entrada de serviço própria, com ligação à entrada no lote e com lugar de estacionamento próprio. Próximo da entrada de serviço temos a zona de funcionários da cozinha. Temos também uma área de lixos e de vasilhame, um armário para produtos de limpeza e uma área de arrumo de alimentos. Este espaço de arrumo é no fundo uma despensa de dia, estando dividido em área de alimentos secos e área de alimentos frios, com diversas arcas frigoríficas. A cozinha localiza-se imediatamente depois desta despensa, permitindo um funcionamento simples na preparação das refeições. Desta forma os alimentos necessários são recolhidos do arrumo (frio / secos) são lavados na pia correspondente (carnes / peixes / legumes), são preparados e cozinhados e posteriormente “empratados”. O balcão está desenhado para que esta sequência funcione linearmente até à saída dos pratos, através do “passa-pratos” que liga com o balcão existente na área de refeitório. Por sua vez, a entrada de louça suja é feita por uma porta distinta e a lavagem / armazenamento não interfere com a preparação das refeições, uma vez que é feita num balcão diferente.
Quartos
Existem duas Alas de Quartos, uma no r/c e outra no 1º piso da ala Norte, ambas com oito quartos duplos e cinco quartos individuais com área para poder acolher casais. Todos os quartos possuem uma zona para de manobra a 360º sendo o mobiliário disposto segundo as exigências do Despacho Normativo n.º12/98 de 25 de Fevereiro. Todos os quartos possuem uma área de vestíbulo que permite o acesso resguardado à casa de banho. As casas de banho privadas são compostas por lavatório mural, sanita, bidé e base de duche com 1,5mx1,5m. Assim também aqui é possível fazer a manobra de rotação a 360º numa cadeira de rodas.
Administração e Pessoal de Serviço
No 1º piso da ala Sul situa-se o núcleo de Administração e o núcleo de Saúde, acessíveis aos utentes em geral. O núcleo da Administração é composto pelo Gabinete da Administração, uma Sala de Reuniões, um Gabinete Auxiliar e um pequeno W.c de serviço da Administração. A sala de reuniões é um espaço flexível que permite um uso diversificado. No núcleo de Saúde temos o Gabinete médico com acesso directo a um w.c. com duche, sanita e lavatório.
Também no 1º piso da ala Sul encontramos a área de Pessoal e a área de Lavandaria, com acesso reservado apenas a funcionários. A área do pessoal possui uma Sala de Estar e as casas de banho divididas por sexo com lavatório, sanita, duche e vestiário com cacifo. A Lavandaria é dividida em área de sujos (ou zona molhada) e área de limpos (zona seca). Na área de limpos a roupa já lavada é seca, passada e dobrada. A área de serviços geral, assim como a área de serviço da cozinha, funcionam autonomamente sem interferir com as restantes zonas do Lar, permitindo assim o correto funcionamento de todo o programa sem interferência com a circulação dos utentes ou público.

 

A contribuição do arquiteto para o Lar de Idosos

O arquiteto é deste modo um fator determinante na qualidade de vida do utente, na facilidade de utilização e gestão deste tipo de equipamento geriátrico e e na sustentabilidade do investimento. A geriatria é de facto um sector complexo que requer capacidades técnicas específicas. A Utopia orgulha-se de todo o esforço desenvolvido nos últimos anos para tornar estes equipamentos cada vez mais eficientes e acima de tudo, humanos.
Tipo de Licenciamento

Construção Nova

Tipo de Serviço

Projeto de Arquitectura

Date

Abril 16, 2017

Category

Arquitetura, Lar de Idosos